Marcadores

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Filtrar!



           O que realmente é importante para você?
        Como você percebe seus sonhos? O que lhe faz mais sentido? Seus desejos são os mesmos que há um mês atrás? E se olhar para anos atrás, você se reconheceria dentro dos seus desejos?
        Sonhar e planejar a vida para que ela dê certo é, sempre sombra de dúvidas, daqueles exercícios maravilhosos de imaginação (e de sensações) que o (a) transportam para uma realidade muito mais divertida.
         Nem sempre, no entanto, é possível classificar de imediato quais os sonhos, pelo “o que” seu coração palpita. Afirmo que o excesso de informações é um dos motivos pelos quais os sonhos são esquecidos. Há muitos caminhos para serem seguidos. E, às vezes, nessa grande possibilidade de caminhos a se trilhar para atingir seus sonhos, alguns deles se perdem, outros simplesmente deixam de fazer sentido.
        Por isso, é importante filtrar! E quando digo filtrar, falo de estabelecer um caminho como meta, um jeito (o seu jeitão da madeira) de atingir os objetivos e que demanda muito mais que planejamento: falo de ouvir a intuição. Sabe aquela voz interior que fala consigo vez ou outra, como quem diz “é melhor não seguir esse caminho” ou “cuidado com o que vai falar”. Pois, é! Ela não existe apenas naqueles momentos em que se está em perigo. Ela está a todo momento dentro de você. E, acredite! Você é a melhor pessoa que vai dizer qual caminho seguir para fazer o que deseja.
        E como você irá se ouvir se está repleta de outras informações na cabeça? E, principalmente: como irá se ouvir se está pensando apenas em problemas? Essa comunicação introspectiva é o que chamo de filtrar. É se permitir se observar, como quem assiste um filme. Entender a si mesmo é um grande mistério e, com certeza (e como disse no post anterior, haverá muita gente dizendo o que você deve ser) irá se surpreender com as possibilidades que enxerga em si.
        Que tal, então, permitir ouvir sua voz interior? Se não gosta da palavra “intuição” porque acha muito holístico, chame do que quiser. Mas, você sabe que aí dentro, há uma possibilidade muito grande de ser feliz (se já não é).
        Então, lhe pergunto, novamente: o que realmente é importante para você? Comunique-se e reflita.

p.s: quer melhorar sua comunicação? Faça os cursos on-line da DNA Comunicativo. 

    

        

0 comentários:

Postar um comentário