Marcadores

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Sutilezas...

       


       Digo que é nos detalhes que comunicamos quem nós somos. Nos pequenos gestos, no olhar, no jeito de interagir, na forma de rir. É uma delícia esse conjunto de características que representa cada um de nós.
        A comunicação é um caminho muito lindo de perceber os outros e a nós, como oportunidades diárias de contemplação e beleza. Não falo apenas da beleza física não (claro que ser bonito também é legal), mas daquela beleza representada por uma série de pequenas pecinhas de um quebra-cabeça que refletem a imagem de quem somos.
        Quem é você? Como você se apresenta para o mundo? Gosta de colocar lenços na cabeça? Gosta de usar cores fortes? Usa perfumes suaves ou adora aromas franceses? Você escreve com a mão direita ou esquerda? Ou com as duas? Você sabe dançar? Pular corda? Fala com qual sotaque? Você tem alguma religião? Segue algum dogma ou nenhum?
        E dentro desse conjunto de fatores que você e eu, conseguimos apenas ser. É o existir sem definições, sem precisar buscar referências externas, sem a necessidade de pertencer a algum lugar ou família. Existem coisas que só você sabe a respeito de si mesmo que é capaz de identifica-lo como tal. Aquele detalhe que o faz pensar: “eu faria isso”, podendo ser desde a forma de criar uma receita ou jeito de andar. E que você comunica a todo instante.
        E são esses detalhes que ricamente diferenciam uma pessoa da outra e, se me permitem o comentário, é a beleza da existência. Você já olhou para sua beleza hoje? Ou para a beleza de conjunto de fatores que o definem como a pessoa que é?
        E, então, entre as sutilezas que o compõem, lhe convido a apenas ser, pleno de quem é, todas as possibilidades de seu ser, comunicando você!


0 comentários:

Postar um comentário