Marcadores

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Mais amor, por favor!

        O discurso pronto de que o mundo precisa de mais amor está em quase todos os lugares e que se vá.  Desde propagandas de refrigerantes a marcas de roupas e até bancos têm utilizado do discurso de que o mundo precisa sim de mais amor. Pessoas falam sobre o amor nas ruas, nas redes sociais, no boteco.
        Todos querem o amor. Quem não deseja uma fagulha de amor no seu dia, seja de sua família ou um amigo querido que lhe estende a mão numa hora de necessidade?
        Quem não quer o amor?
        Mas, o que é o amor que todos desejam?
        Acredito que existem pontos de vista divergentes sobre o amor e que, por isso, o amor é tão discutido. Em vez de senti-lo, muitos preferem debate-lo como se, ao falar sobre o amor, fosse possível atingi-lo. Talvez algumas pessoas necessitam teoriza-lo para, então, senti-lo.
        Particularmente, acredito que as pessoas esperam receber amor muito antes de doa-lo. Não sei, exatamente, qual a equação do amor entre dar e receber, mas, de coração, entendo que seria mais fácil se as pessoas parassem de olhar o amor como algo inatingível e que alguém deva trazer de fora. Você é o amor, então, comece a amar!
        Ame as pessoas que você não conhece e cruza na rua. Ame seus colegas de trabalho. De verdade! Ame-os e agradeça a experiência de tê-los a seu lado, ainda que alguns não retribuam a seu amor.
        Ame dentro e fora do trabalho. Mas, enquanto estiver no trabalho abra seu coração para as boas experiências. Nem todas serão boas, então, se apegue as boas.
        Ame aquele seu amigo que lhe alfineta nas redes sociais. Mostre para ele o que é o amor. Talvez ele não saiba.
        Ame aqueles que tentam lhe depreciar. Pois, se precisam diminuir alguém, não possuem amor para dar nem para si mesmo, muito menos para os outros.
        Ame aqueles que lhe são cordiais.
        Ame seus amigos que lhe amam com todos seus defeitos.
        Ame sua manicure que cuida tão bem de você. Ame seu porteiro. Ame as pessoas que lhe ajudam a ter uma vida melhor, seja uma amiga, um parente, um médico.
        Ame seus vizinhos. Nada mais delicioso do que formar novas famílias.
        Ame aqueles que você conhecerá um dia e que lhe acalmarão seu coração.         Ame aqueles que você não tem certeza que ama. Mas, tente.
       Ame com os olhos da compaixão, ame com seu coração, ame com suas palavras.
        Ame o amor que tem dentro de você e, então, você verá que aquilo que você diz sobre o amor nem de longe é o que você pode sentir como amor. E quando cada um de nós (me incluo nisso) entender que o amor está em nós e não no mundo, aí, então, não será preciso aclamar por “mais amor, por favor”.  Você agora também entende que pode ajudar a transformar o mundo num lugar repleto de amor.
        Basta amar. 


p.s: a tradução desse post ocorrerá nos próximos dias.

      

         

1 comentários:

Postar um comentário