Marcadores

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Partiu Plano B

        Você está em sua mesa de trabalho e, de repente, começa a desconectar e sonhar com aquele hobby que tanto ama. Já pensou em transformá-lo em seu plano A? O sonho é o plano B de sua vida, ainda que não tenha diagnosticado essa possibilidade, mas essa é a meta que gostaria de ter.
        Em vez de advogado, de repente você quer ser é confeiteiro. Em vez de alpinista, contador. Em vez de contador, pianista. É assim para muitas pessoas. Elas não imaginavam que aquela carreira que tanto sonharam num primeiro momento, não bate mais com os desejos do coração.
        E, como é difícil ouvir o coração, não? Mudanças de vida exigem coragem, esforço, dedicação e, com certeza, sair de sua zona de conforto. A boa notícia é que você não está sozinho nesse caminho. E o post de hoje é dedicado a todos aqueles que têm vontade e não aguentam mais o desejo de expressar os seus sonhos. Por que o seu sonho não pode ser seu plano A?
        Não poderia convidar pessoa melhor para falar sobre a mudança de carreira do que Vanessa Brollo. Jornalista (ela é Editora-chefe na RICTV Record e foi minha colega de trabalho durante anos) e possui um blog chamado “Partiu Plano B”. Apaixonada pelo jornalismo, mas também apreciadora do empreendedorismo, entendeu que sua carreira poderia ser um caminho duplo. Sem deixar aquilo que amava e que fez a vida toda, poderia enxergar outras possibilidades, brincar com o novo. E, então, criou o blog com um nome muito sugestivo.
        Vanessa, muito obrigada por participar desse bate papo. Tenho certeza que os leitores se identificarão com suas dicas, sugestões e histórias.

- Como surgiu a ideia de criar um blog sobre o plano B?
Surgiu da minha curiosidade de saber o que motiva uma pessoa a ter coragem de mudar, como você disse, de uma hora para outra uma advogada larga tudo para se tornar chefe de cozinha ou uma funcionária pública pede exoneração para criar um site sobre literatura e comportamento. Esses são alguns dos exemplos. Também cansei, como jornalista, de levar só notícias ruins para as pessoas. Acredito que com o nosso trabalho também podemos divulgar iniciativas de sucesso, que possam inspirar mesmo outras pessoas. E pela boa receptividade das pessoas percebo que existe espaço para boas notícias.

- Você coleciona histórias de pessoas que hoje são empreendedores. Mas, que antes tinham outro trabalho. Vou transformar essa pergunta em duas: 1) como você encontra os empreendedores para contar suas histórias no blog? 2) o que você acha das histórias de mudança do plano A para plano B?
1) Olha, no começo eu ficava de olho na internet, em revistas e mesmo nas histórias de amigos. Agora que o blog tem quase um ano, as pessoas já me procuram, me mandam e-mails, os amigos indicam pessoas, os amigos dos amigos, acaba se tornando uma corrente do bem.
2) O que percebo é que as pessoas não precisam necessariamente estar infelizes no Plano A para mudar e Partir Plano B. O mais comum são profissionais que pensam em mudar para ter mais qualidade de vida. A motivação não é só dinheiro.

3) Acho que vou destrinchar a pergunta, na verdade, em mais uma parte: existe algum comportamento comum entre aqueles que passam do plano B para o plano A?
Parece um clichê, mas TODOS, independentemente se é alguém que faz bolo, que tem uma loja, ou qualquer outra área, falam que é preciso gostar do que faz. Todos também falam que é preciso persistir e que tem que ter paciência. O empreendedor é teimoso e sabe que não dá pra desistir na primeira dificuldade.

- Agora, as pessoas acham que se fizerem aquilo que sonham vão ficar felizes para todo o sempre. Isso não é verdade. As pessoas estão sonhando acordadas?
Pelo menos as pessoas que entrevisto estão bem mais conscientes. É normal que chamem a atenção para a importância de entender de finanças e de administração, por exemplo. No final de cada entrevista esses empreendedores dão dicas e é comum que indiquem para as pessoas que se elas não gostam de fazer divulgação, por exemplo, que encontrem alguém que faça.

- Fazer mudanças de vida pode ser altamente estressante. Quando que o plano B não deve ser tornar o plano A?
Eu acho que só quando a pessoa tem muita certeza que gosta desse Plano B, de verdade e que fez um bom planejamento é que deve começar a tomar decisões. Então nada de pedir demissão de um emprego fixo e investir todas as economias em um sonho.  Aproveite enquanto está no emprego para investir em cursos, aproveite para se informar sobre a área em que pretende atuar. Por isso que o blog pode ser útil porque tem as dicas dos empreendedores.

- Uma das coisas que os empreendedores recentes nem sempre prestam atenção é que a comunicação é um dos fatores mais importantes para divulgação de seu trabalho. E não falo apenas de marketing, não. Falo de saber se comunicar com seu cliente, de como você irá comunicar sua mudança de carreira. Como observa a comunicação nos “empreendedores recentes”?
Olha, alguns têm noção sim da importância e dão esse retorno para os clientes, usam as redes sociais de maneira correta, por exemplo. Mas, muitas vezes me vejo dando dicas para os empreendedores. Mesmo não sendo uma consultora tento passar para as pessoas o que aprendo com meus entrevistados. Mas, acho que cuidar da parte da comunicação faz parte da preparação para quem sonhar em Partir Plano B. Tem que fazer cursos nessa área  e também nas áreas de administração e finanças.

- Dizem que televisão é uma cachaça! O que as pessoas não sabem que além de divertido também é muito trabalhoso ser jornalista de tv. Como você se divide entre o blog e o seu trabalho na televisão. Sem falar do “trabalho” de mãe!
Então, tenho me desdobrado.  Amo meu trabalho na TV , também faço assessoria de imprensa, tenho minha filha, marido, cachorra e gata. E o blog dá muito trabalho, tem que se dedicar. Normalmente faço as entrevistas na sexta de tarde ou no sábado de manhã, prefiro conversar pessoalmente com a pessoa, só algumas entrevistas são por e-mail. Todas às noites fico pelo menos uma hora e meia trabalhando nos posts e fazendo a divulgação. Só consigo porque meu marido é super parceiro e me ajuda muito. Como minha filha já tem 12 anos também fica mais fácil. E agora vou falar o mesmo que os meus entrevistados. Amo fazer o blog, então parece que não estou trabalhando. Mas tem que ter foco. Quando estou na TV só penso nisso, na hora da assessoria de imprensa, tem que focar e na hora de fazer o blog, nem deixo o Facebook aberto, por exemplo, senão é distração na certa.

- Que dica valiosa você daria para quem está partindo para o plano B?
- Primeiro se prepare, faça um planejamento financeiro, pense que durante um tempo você não vai ter salário. Faça cursos, se atualize, conheça a área que pretende atuar e também saiba o que o seu concorrente está fazendo.
- Procure se dedicar a alguma atividade que você goste de verdade.
- Se for trabalhar em casa mantenha uma rotina e tenha um espaço só para o trabalho. Para evitar misturar o dia a dia da casa com o trabalho, deixe isso bem claro para a família.
-Trabalhe, trabalhe, trabalhe muito e tenha paciência. Quando um trabalho é bem feito os resultados aparecem, com certeza.




Vanessa Brollo é jornalista e idealizadora do blog Partiu Plano B. Com experiência de mais de 20 anos em emissoras de TV, atualmente exerce o cargo de Editora chefe do programa Ver Mais Curitiba na RICTV Record. Também faz trabalhos de assessoria de imprensa. E ainda é colunista da rádio CBN Curitiba, onde toda terça-feira de tarde conta histórias do blog.

2 comentários:

Vanessa e Alloyse: que bela entrevista! Incentivará muita gente, tenho certeza..

Obrigada Reinaldo Ramos. Muito bom saber que podemos inspirar as pessoas para o bem. Abraços!

Postar um comentário