Marcadores

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

O Papa é Pop!


         Quando sua Santidade, o Papa, anunciou que estava inaugurando uma conta própria no Twitter, pensei: é o começo de uma nova Era. É claro que já vi muitos religiosos e guias espirituais no Twitter, como Dalai Lama, por exemplo. Mas, quando o Catolicismo adere à comunicação pelas Redes Sociais, isso tem um impacto no mundo e nas comunicações.
            Vamos voltar um pouquinho no tempo e lembrar que o Vaticano, sede da Igreja Católica, é uma instituição que durante séculos – na verdade, por quase um milênio – não apenas foi o norte da espiritualidade no mundo, como também esteve atrelado ao poder e conquista de vastos territórios. E toda essa influência permitiu a disseminação da religião, tendo como fundamentos as crenças do Velho Testamento e a força das palavras de Jesus, imortalizadas nos Evangelhos.[1] E acabou tornando-se uma das maiores religiões do mundo, até agora.
             Não vem aqui ao caso discutir a maneira como o Vaticano conseguiu, ao longo de sua existência, essa influência sobre chefes de Estado. As cruzadas, dizem por si só e estão aí parar relembrar parte dos feitos do Vaticano.  E também não interessa saber quando foi que poder e religião deixaram de caminhar juntos. Ou se é que um dia eles deixaram. O fato inegável é  que o Catolicismo possui milhões de adeptos no mundo todo. Mesmo aqueles que nunca entraram na imponente Basílica de São Pedro, em Roma, tem fé de que aquilo que foi dito, dois mil anos atrás, ainda tem força expressiva.  
            Constantino, imperador que legalizou o Cristianismo como religião no século IV, jamais imaginaria que a filosofia da época, veiculada pela Igreja Católica, teria tanta repercussão ao longo do tempo. E que aquilo que já foi motivo de guerras entre Estados, seria a opção de fé mais popular do mundo, nos dias de hoje. Quem diria que as palavras dos Evangelhos estariam em um celular ou tablet?
            Isso é um sinal dos céus! Aliás, o Catolicismo, que andou perdendo fiéis para outras religiões nas últimas décadas, resolveu reconquistar seu rebanho. Apesar de ainda ser a religião de maior número de praticantes, passou a ser vista como uma filosofia ultrapassada. Para rezar ou se conectar com Deus era preciso entrar em uma igreja, geralmente envelhecida, com horário para as rezas, confissões e ainda um sermão bem comprido do padre. E mais, nos últimos tempos, algumas declarações do próprio Papa sobre homossexualismo, anunciadas no começo do ano, assim como masturbação e divórcio fortaleceram ainda mais a imagem de uma instituição que também envelheceu.
Por isso, o Vaticano tem feio um esforço grande para tirar essa “áurea” mais sisuda e aproximar o Catolicismo cada vez mais dos fiéis. Se Deus escreve certo por linhas tortas, desta vez o Vaticano acertou em cheio ao tentar tornar sua popularidade ainda maior. E nos dá uma lição: ao criar uma conta no Twitter, Bento XVI assume publicamente, e não apenas através das fontes oficiais, os posicionamentos e visões do Vaticano, goste você ou não do que é dito. E estando incluso nas Redes Sociais, o Papa transmite a sensação, aos fiéis, de verbalizar seu discurso, exclusivamente para aqueles com quem ele está conectado.  Quem não gostaria de ser “íntimo” do Papa?
Ninguém sabe ao certo o que o Papa tem a dizer para o mundo em 140 caracteres. Será que ele vai nos abençoar? Será que vai nos mandar palavras de conforto? Será que ele vai dizer sobre as novas diretrizes do Vaticano? É bem possível que Bento XVI tenha assessores que façam os tweets para ele. Ainda assim, fale a verdade, o Papa é mesmo pop!





p.s: antes de tudo, tenho um imenso respeito a qualquer religião ou maneira como as pessoas lidam com a sua fé. Portanto, em nenhum momento esse post pretende fazer críticas ao Catolicismo. O enfoque aqui é mostrar que o Papa é um porta-voz de uma religião importante no mundo e que sua popularidade tende aumentar ainda mais com o Twitter.
p.s1: O Twitter do papa é https://twitter.com/Pontifex/following e, a princípio, estará disponível em seis línguas, inclusive o português. Um anúncio feito essa semana afirma que o primeiro tweet do papa será realizado no dia 12 de dezembro.
p.s2: No ano passado, o Vaticano inaugurou o Portal do Vaticano, que traz notícias sobre o Catolicismo. O link é o http://www.news.va/pt/news/portal-vaticano-newsva-completa-um-ano-inaugurando
p.s3: Críticas feitas pelo Vaticano e que vivaram manchetes de sites e jornais.
p.s4: Alguns dados sobre as maiores religiões do mundo. 



[1] Muitos historiadores, cientistas e religiosos questionam a maneira como os Evangelhos foram divulgados para os fiéis. Há dúvidas, entre os estudiosos, se aquilo que foi dito realmente é o que está escrito.

0 comentários:

Postar um comentário