Teste

Teste

Teste

Teste

Teste

Teste

Marcadores

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

10 maneiras de se comunicar melhor!


         Digo sempre para as pessoas: comunicar é um exercício de observação! Guarde essa informação!
         Você passa o dia conversando com os amigos, colegas de trabalho, não desgruda das Redes Sociais, mas quanto da interação com alguém é realmente uma comunicação?
         Muitas pessoas me perguntam sobre isso, afinal, comunicação é o meu negócio. Depois de pensar muito e analisar várias situações, conclui o seguinte a respeito desse assunto: "comunicar é a intenção que você coloca quando vai falar com alguém".  
         Lembro-me da minha avó contando que quando as vizinhas de sítio da minha bisa iam visitá-la, nem era preciso abrir a porteira. A conversa acontecia ali mesmo, na cerca. Uma amiga levava o ovo, a outra um pão e entre a troca de “mercadorias” no cercado, havia muito conversa. E, ao final da prosa que seguia naturalmente, cada uma pegava seu rumo de casa. Segundo minha vó,  a conversa era espontânea e havia cordialidade. As amigas esperavam cada uma falar algo para então concluir seu pensamento! O que será que mudou no prosear?
         É claro que de lá para cá as pessoas passaram a ter uma rotina muito atarefada e viver se parece mais com “sobreviver”, principalmente para aqueles que moram nas grandes cidades. Então, porque você está atarefado não pode efetivamente se comunicar com as pessoas?
        E é aí que entra o tal da observação! Acredito que o primeiro passo para a comunicação é quando se observa como você interage em um diálogo. Você dá respostas rápidas e tenta de livrar das pessoas ou simplesmente vive aquele momento, como se fosse uma troca de informações?
            Comunicar-se bem não é sinônimo, nem de perto, de falar bem. Isso é a boa Oratória. A boa comunicação depende de uma regrinha muito básica: saber ouvir os outros. Ouvir mesmo, sem interferências! Você tira suas opiniões da reta e apenas escuta o que o outro está falando.  
           Quando você escuta as pessoas, e não apenas fala sem ouvir, tem mais chances de entender o que o outro está, realmente, dizendo. Não estou falando que a sua opinião não é importante. Ela é sim! Mas, não se pode achar que apenas a sua opinião é relevante! Além do mais, com base naquilo que se ouviu do outro, tem-se mais chances de ter um argumento bem estruturado para dar uma resposta, até mesmo para dizer um "não". 
          Não é necessário concordar com seu interlocutor para ser um bom comunicador, mas é melhor ouvir antes de falar. E, nesse exercício, você se fortalece porque também vai poder dizer o que tem a falar (afinal, você também deu a chance ao outro de falar, agora é sua vez), desde que seja de maneira firme e educada, sem ferir ninguém. 
             Agora, você também não é obrigada(o) a ouvir abobrinha. Se você percebe que um diálogo está caminhando para uma briga, uma polêmica, saia de perto! Existem pessoas que, mesmo quando são ouvidas, não terminam nunca de defender seu ponto de vista e vão fazê-lo até cansar a todos que estão em volta. Permita-se ouvir o seu interlocutor, claro. Mas, permita-se também não ter que ouvir os chatos insistentes!
             Com exceção dessa situação, experimente se comunicar com seu ouvido e coração e veja o que acontece. Tente conversar com as pessoas e dê a elas a chance de falar. E  se dê a chance de também discordar do seu interlocutor. Permita-se se observar e dizer tudo o que sente. 
        Tomei a liberdade de resumir alguns itens que podem ser importantes para uma boa comunicação. Tais como:

1) Entenda, acima de tudo, que se você quer se comunicar melhor com as pessoas, terá que ser tolerante. Tolerante mesmo, uma pessoa com paciência. Tente ser tolerante em um dia bem chato, tipo 23 de dezembro, às seis da tarde, em um shopping. Teste sua capacidade de comunicação nesse dia e veja se você é mesmo tolerante!

2) Abuse do bom humor e da leveza. Quem gosta de ouvir palavras pesadas? Quem aguenta o mau humor de alguém? Não à toa as pessoas sorridentes são mais bem aceitas pelos outros.

3) Não encare os desconhecidos como adversários porque eles podem te trazer informações úteis. Esteja aberto ao diálogo. Puxe conversa no elevador, na padaria, com aquele colega que você não conversa muito. 

4) A cordialidade tem que partir de você. Se a pessoa não foi receptiva com você em um primeiro momento, abra um sorriso. Pode ser infalível. Além do mais, sorrir é uma linguagem universal. Todos entendem!

5) Abuse da democracia: converse com o porteiro como você conversa com o seus colegas de trabalho ou com a família. Todos têm o direito de receber o mesmo tratamento. Você não gostaria de ser sempre bem tratado?

6) Simplifique a sua fala: não espere que as pessoas tenham o mesmo conhecimento acadêmico, teórico ou qualquer outro que você tenha. Não utilize uma linguagem rebuscada o tempo todo. Isso é chato!  Deixe a linguagem rebuscada para os momentos em que ela realmente for útil. 

7) Seja gentil quando acionado. Quem nunca se esqueceu de mandar um e-mail importante?  Se já, peça desculpas, mas responda. Antes tarde do que nunca. 

8) Mas, como nem sempre se pode contar com a tecnologia, não caia na teoria da conspiração. Está esperando a resposta do cliente, mas ele não te responde? É bem pouco provável que ele esteja rindo nas suas costas e dizendo ”não vou responder, não vou responder.” Que tal ligar para ele e ter certeza de que recebeu ou não o seu e-mail?

9) É pelo mesmo motivo que digo: não seja xiita. Se algo que você leu, viu, ouviu e não gostou pode não ter a ver com você. É preciso ainda um pouco de análise sobre a maneira como são utilizadas algumas ferramentas de comunicação, principalmente as Redes Sociais. Quem as utiliza para "dar indiretas, ferir alguém", fatalmente será ferido. Sabe por que? Porque sempre tem alguém mais nervosinho que você, então, não corra esse risco.

10) Acredite no poder da troca: abra um sorriso, o seu coração e tire alguns minutos do seu dia para conversar com alguém. Estabeleça o diálogo, permita-se ao diferente e perceba quantas coisas legais você pode ganhar com uma única conversa em seu dia.

         Pode-se dizer que comunicar é mesmo um exercício de observação. Você já se observou nessas situações que foram acima citadas? Então, é hora de praticar!


p.s: se você quiser trocar informações comigo sobre comunicação, não se acanhe. Escreva para contato@dnacomunicativo.com.br (o nome da minha empresa). Aliás, para quem quiser conhecer a DNA Comunicativo, aí vai o site: DNA Comunicativo (clique aqui)
Sou toda ouvidos!

No site da DNA Comunicativo, você vai ver que realizo treinamentos in company para aprimoramento da comunicação de maneira geral. Alguns dos treinamentos que ofereço:
- Media Training
- Oratória
- Atendimento ao cliente (como tornar o atendimento eficaz e humanizado)
- Como se preparar para videoaulas. (roteiro e adaptação da aula para o vídeo)

E também realizo consultoria individualizada. 
Escreva para mim.
E-mails: 
contato@alloyse.com.br
contato@dnacomunicativo.com.br






14 comentários:

Excelente texto. Nos faz refletir sobre como nos comunicamos no dia-a-dia. Parabéns!

Oi, Gabriel. Muito obrigada pelo comentário. Muito gentil!

Sou uma pessoa muito seria e fechada, vou praticar essa opiniao gostei muito..

ALLOYSE BOBERG Gostei muito do seu texto, estarei praticando pois possuo muita dificuldade de comunicação com as pessoas.

Nossa. tenho muita dificuldade em me comunicar ate mesmo com a minha familia. sou bem fechada e estou tentando mudar isso. A minha fama e de chata e metida, e todos os amigos que tenho hoje falam: Nossa!! Antes de te conhecer te achava muitooo chata... rs
Preciso me expressar melhor. Adorei o texto.

Gostei das sugestões, parecem-me práticas. Vou pô-las em acção. Obrigado!

Adorei ter lido um pouco do que vc tem a dizer,isso me fiz bem e tambem me fiz rempensar um pouco mas sobre o assunto.obrigada,obrigada!

gostei foi de muito valor essas dicas vou seguir seus concelhos ...para falar bem com pessoas ..de nestor...

Excelente texto!
A comunicação sempre foi um desafio para mim, tento constamente melhorar minha fala, gostei das dicas especialmente a de número seis.

Tenho muita dificuldades pra se comunicar com as pessoas, eu sou muita vergonha ,fico queta na minha nao puxo papo com ninguem e ai muitas pessoas acham eu chata, metida e eu me sinto muito mal por causa disso, mais eu nao queria ser assim as vezes eu ate tento falar com as pessoas ser gentil, mais eu nao consigo nao tenho paciência com nada qualquer coisa eu ja fico brava, e isso me incomoda muito, nao muito amigos e as vezes fico ate em um canto e começo a chorar pq fico pensando que ninguem gosta de mim, por causa do meu jeito mais eu sou legal eu so nao consigo demonstrar isso..

Oi, pessoal. Tudo bem?
Gente, nem sempre consigo responder a todos no ato. Principalmente, com textos mais antigos. Vou tentando responder aos poucos, tá?

Anônimo, olha só. Minha formação não é psicologia. Mas, o que sugiro é você ir conversando, aos poucos com as pessoas que mais confia. Tem um livro que recomendo a qualquer pessoa que é o Seja Assertivo, da Vera Martins. Esse livro é transformador. Você pode encontrar em sebos ou em livrarias. Vai te ajudar bastante com todas essas questões que você levantou, ok? Mas, não deixe de praticar a comunicação. Não pense que as pessoas estão "pensando mal" de ti. Na verdade, as pessoas estão tão ocupadas que, em geral, não prestam mesmo atenção nos outros. Não siga esse fluxo e crie, você, maneiras de se comunicar melhor com os outros. Combinado? Abraços.

Muito obrigada pelo seu texto. É útil e verdadeiro. Abraços!

Obrigada, La Carta! Volte e palpite sempre! Abraços.

Postar um comentário