Marcadores

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Como você se comunica?


         Trezentos mil anos atrás. Uma caverna gelada, sem luz, sem comida. Seus ancestrais lutavam bravamente por um pedacinho de carne até a morte.  Não havia calefação, nem vinho chileno, nem edredom MMartan. E também não havia qualquer comunicação. Os homens da caverna não falavam, murmuravam ou apenas trocavam gestos ou sinais.
         Falar é um conforto. Mesmo quem não fala se comunica, portanto, fala. É uma das  principais características que que distingue dos bichos que comemos. Acreditam os especialistas que o homem começou a falar por volta de 60 mil anos A.C. Mas, pode ter sido muito tempo depois. E só virou civilizado há 11 mil anos. E aí, fico pensando em como é simples falar. E se comunicar e trocar ideias e acessar pessoas. Quantos milagres faz hoje o seu celular?
           Adoro observar a fala (e a comunicação em geral) como um dom. E é tão inerente ao ser humano que ele nem se dá conta de sua existência. Por isso, gosto de falar que a Comunicação é uma Ferramenta. Quantos de nós utilizamos bem essa ferramenta? Quantos de nós paramos para pensar naquilo que falamos? E como falamos?
          Historicamente, a comunicação foi subordinada por grupos. Sempre do lado dos mais fortes, claro. Mas, com o passar do tempo a comunicação virou democracia que é o que hoje vemos no Facebook. E ultimamente, no Facebook, tenho visto inúmeros exemplos que mais parecem a briga pela carne dos homens das cavernas.  Pessoas disputando à tapas suas opiniões.
            Diz o princípio da comunicação que ela só existe quando se forma um diálogo. E para isso, também precisamos ouvir, trocar ideias, respeitar adversidades, inserir-se em contextos. Em outras palavras: colocar-se no lugar do outro que fala com a gente. Se eu não faço isso, não estou me comunicando. Só falando! E é pela falta desse gesto tão simples que vejo inúmeras confusões, provocações e polêmicas lançadas nas Redes Sociais.
              Como diz uma amiga minha, tem gente que gosta de enxergar pêlo em ovo. Pêlo não dá em ovo, mas tem gente que vê e aí começa a bagunça! Uma frase qualquer pode virar uma discórdia!



              
            Se parássemos para pensar na dimensão das Redes Sociais talvez não colocaríamos metade das críticas que fazemos no Facebook. Um amigo meu, Danilo Correia, expert em Redes Sociais, me passou esse vídeo que dá uma dimensão da potência que são as Redes Sociais. É surpreendente!

video



     Que facilidade é a comunicação, não? Viu como é fácil acessar as pessoas e trocar ideias? Então, desça do  galho, saia da caverna e comece a praticar a sua!



0 comentários:

Postar um comentário